A pandemia deixa mais um saldo negativo: não teremos carnaval!

Já pintou o verão, calor no coração e para tristeza do Brasil, a festa não vai começar. 2020 foi o ano mais difícil da nossa história recente, mas 2021 vai ficar marcado pelo ano que não teve Carnaval no Brasil. Acho que nem os filmes apocalípticos ousaram tal premonição.

Mas, chegamos a esse ponto, por causa da pandemia, o carnaval está cancelado no Brasil por motivos óbvios de que não há isolamento social que resista a um bloquinho, marchinha, desfile ou roda de samba e, a realização desses eventos agora, traria mais dor, superlotação de hospitais e seria um prejuízo incalculável para todo o nosso esforço até agora.

Não podemos deixar de refletir também sobre o prejuízo financeiro que esse ato significa para pessoas que trabalham muito nessa época do ano, para o setor hoteleiro e o comércio em geral das cidades que respiram Carnaval. Nossa capital mesmo, tem conquistado ao longo dos anos um posto importante como um dos carnavais que mais cresce no Brasil. 2020 trouxe para BH nessa época do ano cerca de 5 milhões de foliões, isso é o dobro da população da cidade. Além da festa, que foi totalmente cancelada, a prefeitura também cancelou o ponto facultativo de segunda a quarta, não será mais feriado.

Em BH, a prefeitura promete fiscalização rigorosa e punição para quem descumprir as determinações e promover festas. Essa semana, por exemplo, bares e restaurantes conquistaram o direito de poder voltar a vender bebida alcoólica para consumo no local até às 22 horas da noite, mas para os dias de Carnaval valem regras mais restritivas.

E também temos reflexos nas cidades turísticas ao redor. Em Lapinha da Serra, na Serra do cipó, destino muito procurado por turistas em busca de sossego e aventura ao ar livre, a prefeitura decretou ‘lockdown’ durante os dias em que seriam comemorados o carnaval para não incentivar festas particulares. Todos os alvarás de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e demais prestações do serviço não essencial por lá estarão cancelados no período. Hotéis, pousadas e casas para aluguel de temporada também não poderão receber hóspedes nesses dias.

Como o brasileiro é expert em fazer do limão uma limonada, a internet já anunciou o primeiro Carnaval virtual da história (seria cômico se não fosse trágico). Várias lives já foram anunciadas. Claudia Leitte e Ivete Sangalo prometem festa online no dia 13 de fevereiro. Bell Marques confirmou o ‘evento’ para o dia 14. E a lista de artistas tem crescido. O que nos resta é arredar os móveis da sala e curtir esse carnaval diferente sem sair do lugar.

Me encontre também no meu canal youtube.com/omundoelogoali