Acidentes são rotina em rua íngreme do Santa Efigênia

Para subir é um sofrimento, de tão íngreme. Encontrar um cantinho plano é praticamente impossível. Pra descer, pior ainda. Essa é a rotina da dona-de-casa Cleonice Souza e dos moradores da rua Ribeirão das Neves, no bairro Santa Efigênia. Nem o caminhão de lixo passa por lá. A coleta é feita na esquina de baixo, para a segurança dos funcionários da SLU.

Ruim pra dirigir, subir e descer. Foto: Reinaldo Rodrigues

E, se para os pedestres, a situação não é nada boa imagine para os motoristas. As motos até sobem, mas os carros…Dona Cleonice se cansou de ver acidentes. “Os motoristas desavisados sobem sem saber do risco e descem com o carro descontrolado. Muros e portões da vizinhança estão sempre batidos e amassados”, reclama.

Os moradores acreditam que, se a rua Ribeirão das Neves se tornasse só descida, e se houvesse mais sinalização indicando a situação da via para os motoristas, o risco de acidentes seria menor e haveria mais paz. Veja só esse flagrante que um morador fez, dias atrás.

Retorno da BHTrans

A BHTRANS vai realizar uma vistoria na rua para avaliar a necessidade de mudança no trânsito e reforço na sinalização. É importante importante que os moradores registrem suas reclamações e sugestões no link Fale Conosco, no portal da prefeitura – pbh.gov.br, ou pelo perfil da BHTRANS no Twitter (OficialBHTRANS).