Alopecia; você já ouviu falar da doença que provoca a queda dos fios?

Recentemente o ex-integrante de um reality show na TV chamou atenção não só pela participação polêmica no programa. Lucas Penteado apresenta falhas capilares na parte superior da cabeça. É a alopecia. Você já ouviu falar dessa doença? O que pode acarretar a perda dos fios? A doutora Dulcileia Ferraz, dermatologista da Santa Casa BH, tem as respostas para as suas dúvidas. Confira!

Dulcileia Ferraz, dermatologista da Santa Casa. Foto:SCBH

Radar Leste BH – O que é a Alopecia?  

Alopécia significa ausência ou perda de cabelos ou pelos.                                                                

Radar Leste BH – O que acarreta e qual pode ser a extensão da perda dos fios?       

Pode ocorrer em qualquer área pilosa do corpo, principalmente no couro cabeludo. Em algumas pessoas, a perda de cabelos ocorre em pequenas áreas da cabeça, barba e antebraços. Já em outras, a perda de fios é difusa em todo o couro cabeludo.

Radar Leste BH – Qual é a forma mais comum da doença?                    

A mais comum é a alopecia androgenética ou calvície.

A alopecia tem tratamento. Foto: dailymail.co.uk

Radar Leste BH – Doenças autoimunes, como o vitiligo e o lúpus eritematoso podem ativar a alopecia?    

Sim. É possível haver a associação entre alguns tipos de alopecia, como a alopecia areata, e doenças autoimunes, tais como o vitiligo e o lúpus eritematoso. No caso do lúpus, pode se manifestar com uma queda difusa de cabelos importante ou com falhas no couro cabeludo.

Radar Leste BH – A alopecia pode afetar o estado emocional do paciente?

Sim. As alopecias podem gerar baixa auto-estima, angústia e ansiedade nos pacientes.

Radar Leste BH – Quais são os tratamentos disponíveis para controlar a doença, reduzir as falhas e evitar que novas surjam?                                         

O tratamento das alopecias dependerá do seu tipo. O primeiro passo é consultar com um médico dermatologista para tentar fazer o diagnóstico. Este profissional orientará o paciente quanto à possibilidade de tratamento clínico com medicamentos por via sistêmica (oral, entre outros) ou local (medicamentos tópicos), de acordo com cada tipo de alopécia.

Radar Leste BH – Qual é a importância do dermatologista para diagnosticar a doença e prescrever a opção mais adequada de tratamento?           

Com o seu conhecimento sobre as doenças do couro cabeludo e cabelos, o dermatologista poderá fazer o diagnóstico do tipo de alopecia e, consequentemente, orientar e prescrever o tratamento adequado. A terapêutica correta e precoce poderá evitar o agravamento e a perda definitiva de cabelos.