Arma de fogo em casa: redobre o cuidado

Na cidade de Santa Luzia, início deste mês, região metropolitana de BH, um pai recebeu uma espingarda como pagamento de uma dívida, e talvez, por total desconhecimento deste tipo de artefato não percebeu que ela estava carregada com munição. Dois irmãos estavam brincando com a arma e o mais velho, 14 anos puxou o gatilho e o disparo acertou o mais novo com 8 anos bem no peito. A criança foi socorrida a um hospital onde encontra-se em estado grave. O pai foi preso por porte ilegal de arma, pagando uma fiança encontrando-se em liberdade. Crime, porte ilegal de arma.
No dia
5 de outubro, em BH no Hospital Mater Dei, médica que trabalha no local foi atingida por um disparo acidental de uma pessoa que portava uma arma na cintura e acompanhava um paciente. O projetil acertou o tornozelo da vítima de raspão. Ao que consta quem estava com a arma não tem porte, somente o registro e sendo integrante de um cube de tiro, podendo então ser responsabilizado criminalmente por porte ilegal de arma e lesões corporais.
Aos que t
êm interesse em ter uma arma de fogo, pelo menos em casa, é necessário antes de tudo que passe por um treinamento rigoroso com o tipo de armamento que deseja comprar. Revólver é completamente diferente de uma pistola.

O revólver é mais fácil de ser manuseado mas, mesmo assim, é necessário que a pessoa tenha um completo controle sobre o mesmo. A pistola, exige muito mais no quesito aprendizagem, já que para colocá-la em condições de disparos, algumas ações devem ser realizadas, antes de puxar o gatilho. Um ou outro devem ser antecedidos de conhecimentos específicos para a sua utilização para que não ocorram acidentes.

O segundo caso aqui descrito, no Hospital, total falta de conhecimento ou inexperiência para que acontecesse o disparo. O primeiro, em Santa Luzia, desconhecimento sobre a arma de fogo e como acomodar este instrumento dentro de casa.
Crianças são muito curiosas com relação a armas de fogo, portanto os cuidados devem ser redobrados. A guarda destes objetos devem estar em locais em que elas não tenham acesso, somente o proprietário. Sempre irão achar que se trata de mais um brinquedo. Armas devem, além de estar em local seguro, descarregadas, de difícil acesso as crianças as quais devem ser orientadas sobre o perigo que representam. Caso haja a possibilidade de fazer um treinamento, leve a criança e mostre o barulho de um disparo bem como o estrago que irá fazer quando o projetil atinge um alvo.
Além disto, oriente corretamente a criança de que arma de fogo não deve ser tocada. Caso a encontre em cima da mesa da cozinha, por exemplo, por esquecimento do pai/mãe, explique que ela deve chamar um adulto para tira-la daquele local, nunca colocando a mão nela. Armas devem ser portadas ou guardadas em casa apenas para quem já possui treinamento específico para isto e que estejam legalizadas.

@elsonmatosdacosta
Fonte: Record TV Minas

Imagem em destaque: ustm66 por Pixabay.