Chile, Paraguai e Argentina iniciam reabertura para o turismo

Enquanto assistimos a segunda onda da Covid19 impor novo lockdown na Europa, aqui, na América do Sul, países fechados desde março iniciam os protocolos para permitir a entrada de turistas.

No Chile, o anúncio de um rígido protocolo de segurança foi feito na segunda semana de novembro. Depois de 8 meses fechado, a reabertura será gradual, tentativa de evitar um aumento no número de casos da doença. O lema é “saúde em primeiro lugar”. O que já se sabe é que será exigido um exame negativo para covid.

No vizinho Argentina, desde o dia 30 de outubro, as fronteiras para turistas de países limítrofes, dentre eles o Brasil, foram abertas. Para desembarcar na terra dos hermanos, os turistas (incluindo crianças e bebês) precisam apresentar resultado negativo de exame de PCR realizado dentro de 72 horas antes do embarque. 48 horas antes de entrar no avião será necessário preencher uma declaração online.

 O visitante precisará apresentar seguro de assistência médica que cubra serviços de internação e isolamento em caso de Covid19 para o período da viagem. A documentação será solicitada ao passageiro no momento do check-in e na entrada do país.

Por enquanto, só está permitida a circulação pela Área Metropolitana de Buenos Aires e (atenção!!!) ônibus, metrôs e trens públicos dessa região continuam de uso exclusivos para trabalhadores essenciais do país. Ou seja, não podem ser utilizados pelos turistas. A prefeitura recomenda que eles se desloquem a pé, de bicicleta ou táxi e sempre com máscara.

No caso da fronteira do Brasil com o Paraguai, o processo de reabertura começou no dia 15 de outubro. A entrada no país ainda é restrita apenas a brasileiros moradores da cidade de Foz do Iguaçu e só pode ser feita entre às 5 da manhã e às duas da tarde, exclusivamente com veículos. O tráfego a pé na Ponte da Amizade está proibido.

No meu canal do YouTube youtube.com/omundoelogoali você encontra vídeos para conhecer ou planejar sua viagem por esses três países. Me encontre também no Instagram @akemiduarte

Até lá!