Como lidar com a carência afetiva e a dependência emocional

Todos precisamos de afeto, carinho e atenção. Isso é parte da nossa existência humana, porém a dependência do outro pode nos afastar de nós mesmos, do nosso potencial. A dependência do outro surge a partir da necessidade de suprir a falta de amor por si mesmo. Para estar bem com o outro precisamos aprender a estar bem com a gente mesmo, a gostar da forma como somos, a aprender a respeitar os próprios limites. Embora tenhamos defeitos é imprescindível reconhecer e valorizar as nossas qualidades.

Algumas vezes percebemos sensações e sentimentos que nos fazem sentir carentes de afetos, tais como a necessidade de sempre agradar, se submeter ou viver dos sonhos do outro, medo da solidão, não ter planos nem perspectivas para a própria vida, sentimento de inferioridade, ciúme excessivo, acreditar que a felicidade é para o outro e não para mim.

Podemos e precisamos compartilhar nossos sentimentos e emoções com aqueles que fazem parte de nossas vidas, no entanto o sentir e o viver a própria vida é um processo individual e solitário. É fundamental aprendermos a estar bem com a gente mesmo, buscar nos conectar sempre com nossa essência divina, nos conhecer e nos aceitar e assim sermos capazes de aceitar os desafios e a oportunidade de estarmos aqui e agora, vivendo uma experiência humana rara, que é feita de vivências solitárias, internas e externas e também compartilhadas.

Muitas vezes sentimos ou falamos da nossa carência, do quanto nos sentimos sozinhos, desamparados, limitados, tristes, no entanto quando falamos da nossa carência estamos falando da carência de nós mesmos, de ser o que fomos criados para ser e isso traz muita insegurança, pois estamos desconectados de nós mesmos.

Busque estar bem com você e com aqueles que estão à sua volta. Perceba que cada um tem formas diferentes de ser e de expressar o afeto. Aprenda o desapego, a agradar a si mesmo, valorize as coisas que você faz, reconheça suas qualidades e conquistas, faca elogios a você, valorize-se. Aprenda a aproveitar momentos sozinhos para se sentir bem consigo mesmo, a amar a si mesmo para ser capaz de amar ao outro. Faça todos os dias alguma coisa simples que te traga alegria. Ofereça o seu amor e o seu afeto para você mesmo. Faca meditação, aprenda a entrar no seu silêncio para sentir a presença da pessoa mais importante da sua vida, que é você.