Cruzeiro 1 x 0 Atlético; resultado que vale mais que três pontos na tabela

A vitória do Cruzeiro por 1 a 0 no clássico contra o Atlético ainda vai render muito, para os dois times. Se olharmos a tabela de classificação do Campeonato Mineiro apenas, a vitória mostra que o Cruzeiro vai brigar pelo título do campeonato, assim como o favorito Atlético e com o América. Já a derrota para o Atlético não tirou do time a liderança, mas liga um sinal de alerta sobre o potencial que o time milionário tem para conquistar competições em 2021.

O gol do Airton que deu a vitória ao Cruzeiro foi um grito de libertação, alívio e alegria. O time começa a resgatar uma relação com o torcedor que está estremecida. Vencer o rival, no momento improvável por causa da reformulação da equipe, infla o orgulho, traz desejo de quero mais, aumenta a auto-estima da equipe e dos jogadores, e dá um recado para os adversários que o clube merece ser respeitado.

O fato de viver uma crise financeira e uma crise no futebol, desde meados de 2019, não enfraquece o alicerce construído como marca em 100 anos de história. Fica evidenciado que o futebol oferece a oportunidade de levar para fora de campo os bons resultados, conquistados jogo a jogo. Assim como os resultados dentro de campo, quando negativos, podem influenciar demais a gestão da equipe. O técnico Felipe Conceição ganhou um fôlego para trabalhar essa nova equipe que tem em 2021 a grande missão de conquistar uma das vagas na série A de 2022, jogando uma série B com a força e o respeito que merece a camisa do Cruzeiro.

Do outro lado, para o Atlético, o resultado na tabela não afeta muito a briga pelo título estadual, mas deixa o torcedor com um sentimento de que falta muita coisa para o elenco se transformar em time competitivo. No mesmo dia que perde o clássico, o Atlético viu dois rivais nacionais, Flamengo e Palmeiras fazerem um jogo muito competitivo na final da Supercopa do Brasil, conquistada pelo time carioca.

Aquele time equilibrado, com volume de jogo constante, criação de muitas oportunidades de gol, que sabe reverter um resultado negativo e com sangue nos olhos pela vitória, ainda não entrou em campo em 2021. O técnico Cuca também terá um longo trabalho pela frente para mostrar que o investimento em contratações precisa frutificar e servir de ingrediente para criar a equipe temida pelos adversários.

O terceiro tempo do clássico só está começando. Resta acompanhar e saber como cada clube vai trabalhar o resultado para extrair o melhor da experiência vivida, para o vitorioso e para o derrotado.  Espero que possamos ver de novo, ainda este ano, mais clássicos Cruzeiro x Atlético e Atlético x Cruzeiro. Um por ano é muito pouco.

Twitter @armandoBH69