Dezembro Laranja; confira as orientações para evitar o câncer de pele

Estamos no Dezembro Laranja, mês dedicado à prevenção ao câncer de pele. A doutora Glaucia Vianna, dermatologista da Santa Casa BH, tem orientações preciosas sobre os fatores de risco, os cuidados necessários e a importância de cuidarmos da pele desde a infância. Confira!

Doutora Glaucia Vianna, dermatologista. Foto SCBH

Radar Leste BH – O que é o Dezembro Laranja e há quanto tempo existe a campanha?

O Dezembro Laranja faz parte da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele. A data foi criada em 2014, dando mais visibilidade à ação que acontece em Minas Gerais desde 1992. A Campanha tem como objetivo informar a população sobre o câncer de pele, seus tipos, fatores de risco e formas de prevenção.

Durante vários anos foram feitos em todo o Brasil mutirões para diagnóstico e tratamento do câncer de pele. Este ano, devido a pandemia, a campanha será educativa.

Radar Leste BH – Quais são os fatores que dificultam o diagnóstico precoce do câncer de pele?

O principal fator é o desconhecimento da doença. Por isso a importância das campanhas educativas junto à população, aos profissionais de saúde e a pessoas que lidam diretamente com a pele, cabelos e unhas, como manicures, cabeleireiros, massagistas, cuidadores de idosos e também os tatuadores.

Radar Leste BH – Os números de casos de câncer de pele são preocupantes no Brasil?

O câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer). Conforme o instituto, são estimados 165.568 mil casos de câncer da pele não melanoma e 8.450 do tipo melanoma este ano. Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) apontam que quase 90% dos casos existentes são de carcinomas. Estes tumores têm letalidade baixa, mas provocam cerca de 1900 mortes a cada ano no nosso país.

O câncer de pele é muito comum no Brasil. Foto Pixabay

Radar Leste BH – Quais cuidados devemos tomar para evitar um câncer de pele? Essa rotina deve ser adotada a partir da infância?

– Evite o sol entre 9h e 15h;

– use camiseta, chapéu de abas largas, sombrinha e guarda-sol;

– lembre-se dos óculos escuros, de preferência com lentes de boa qualidade;

– aplique o protetor solar diariamente (fator de proteção de no mínimo 30) e repita a aplicação a cada duas horas;

Lembre-se que não existe uma forma segura de se bronzear.

Radar Leste BH – Existem pessoas mais propensas ao câncer de pele que outras?

Pessoas de pele, cabelos e olhos claros, pele que bronzeia pouco e fica muito vermelha.Pessoas que já tiveram queimaduras solares, que tomaram muito sol sem proteção.Quem  já tive câncer de pele e também que um familiar direto teve câncer de pele.

Radar Leste BH – Pintas que crescem, manchas que aumentam, sinais que se modificam ou feridas que não cicatrizam podem revelar o câncer de pele?

Devemos estar atentos com feridinhas que não cicatrizam, que sangram com facilidade.Temos uma regra que ajuda muito a desconfiar, que chamamos da regra do ABCDE:

– lesões Assimétricas;

Borda irregular;

–  com mais de uma Cor;

Diâmetro maior que 5 mm;

– lesão que Evoluiu, mudou.

Radar Leste BH – Devemos ir ao dermatologista com qual freqüência?

O ideal é consultar o dermatologista uma vez por ano ou quando notar alguma lesão suspeita.