Exercite o autoconhecimento constantemente na sua vida

Todos nós temos nossas dificuldades internas, sejam elas relacionadas às nossas crenças que muitas vezes nos limitam, nossos medos, incertezas e tristezas. Todos esses sentimentos e situações causam muita ansiedade e desconforto na nossa vida.

Talvez esse seja um dos motivos de estarmos todos aqui, vivendo essa experiência nesse planeta. Sabemos que cada um é único, nossas digitais mostram isso, ou seja, somos seres individuais e o que é bom para um pode não ser bom para o outro.

Isso significa que somos diferentes, porém o fato de estamos aqui, todos com dificuldades internas, de uma forma ou de outra, isso mostra a igualdade de condição em que estamos, ou seja, o que nos iguala é o que nos diferencia uns dos outros e vice-versa.

Para lidar com tantas sensações e sentimentos diferentes em nós, é necessário o retorno a si mesmo, a auto-observação, o autoconhecimento e auto aceitação. Muitas vezes pensamos que nos conhecemos muito bem e que isso já é suficiente para seguir com uma vida tranquila sem grandes problemas, no entanto quando alguma coisa nos tira da ‘zona de conforto’, temos atitudes e reações inesperadas.

O exercício do autoconhecimento tem que ser uma constante na nossa vida pois na verdade parece que somos seres inacabados pois os conflitos internos parecem ser inerentes a todos, e que a caminhada para se ter uma vida mais plena e feliz, parece ser uma jornada muito longa ainda por se fazer por todos nós. Por isso, não se deixe por satisfeito do jeito que você está, tudo pode melhorar, você pode melhorar, sempre.

Observe como chamada zona de conforto traz muito desconforto porque parece não ser um lugar muito confiável e seguro quando precisamos enfrentar as situações novas que aparecem nas nossas vidas.

Não podemos nos esquecer que somos nós os autores e atores das nossas próprias histórias, ou seja, vivemos o que escolhemos, ainda que no nível inconsciente. Nosso cérebro vai sempre trazer de volta aquilo que foi trabalhado nele.

Tudo é feito de energia em movimento, até mesmo nós. Somos feitos de energias em formatos diferentes. Podemos tocar nossos corpos físicos, mas não temos como tocar materialmente nossos pensamentos, sentimentos, emoções, exatamente por ser outro tipo de energia em nós, isso mais uma vez nos iguala, embora sejamos diferentes.

Olhe que interessante o pensamento do filósofo Marco Aurélio: “Escava dentro de ti. É lá que está a fonte do bem e esta pode jorrar continuamente, se a escavares sempre”.

Você me encontra no Instagram @zacarvapsi ou no Facebook Zailde Carvalho.