Ficou para o Mineirão a grande decisão entre Atlético e América

Atlético e América deixaram para sábado, dia 22, a decisão de quem será o campeão mineiro de 2021. Na primeira partida da final, com o 0 x 0 chato, as duas equipes fizeram uma partida morna, sem graça, sem competitividade. Muito diferente das partidas que ambos os times fizeram no início da temporada. O primeiro jogo das finais foi cercado de muita expectativa de um confronto pegado, tático e com muito desejo de vitória. O que vimos foi frustrante. Ruim.

A semana que vai anteceder a partida decisiva será bem distinta para as duas equipes. O América terá a semana focada apenas para preparar a equipe para este confronto enquanto o Atlético vai, mais uma vez, encarar uma viagem internacional para enfrentar o Cerro Porteño, no Paraguai, partida que vale a primeira colocação no grupo H da Libertadores. O técnico Cuca terá que fazer algumas escolhas, até mesmo poupar jogadores, para formar dois times fortes e que possam buscar os resultados necessários. Já fez isso na primeira partida da final do Mineiro quando poupou Keno, uma das principais armas ofensivas do Atlético.

O jogo que vimos neste domingo foi fraco. As duas equipes estavam mais preocupadas em não sofrer gols. Os dois times tiveram os melhores ataques da competição até a final e ficaram devendo neste setor. Como o Atlético joga por dois empates ou por uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols o time tem o favoritismo para o título, mesmo os jogadores não concordando com esta vantagem.

Outro ponto negativo na primeira partida da decisão foi a pressão das duas equipes contra a arbitragem. Não houve fato grave que merecesse as reações agressivas das diretorias e das comissões técnicas contra o árbitro Wanderson Alves de Sousa, principalmente por parte do Atlético. O futebol brasileiro ainda precisa evoluir muito e parar com estas besteiras e reações passionais de dirigentes. Mas fico triste em perceber que parte dos torcedores apoiam estes comportamentos.

Uma pausa no nosso estadual para contar um episódio que vivi como fã do futebol e que ilustra este cenário sombrio. Semana passada, quando o Bahia conquistou com méritos da Copa do Nordeste, contra o Ceará, o jogo ficou marcado por uma briga generalizada entre atletas e membros das comissões técnicas. Em uma rede social, uma postagem oficial de um veículo de comunicação mostrava os fatos lamentáveis e comentei a minha desesperança e necessidade de repensarmos o futebol brasileiro. E a reação que recebi na rede foi mais agressiva que as agressões que aconteceram em campo. Os torcedores gastaram tempo para rebater o meu comentário dizendo, em linhas gerais, que o futebol precisava daquilo e que se eu me sentia incomodado que fosse acompanhar partidas de tênis. Impressionante!

Infelizmente este tipo de reação nas redes é a mesma dos dirigentes que entram em campo para cobrar a arbitragem com agressividade. Isso empobrece o nosso esporte e nos deixa muito atrás de países como a Inglaterra que registrou neste fim de semana o episódio mais valoroso do futebol. O Newcastle recebeu o campeão Manchester City com a tradicional “guarda de honra” que reconhece o valor do adversário.  Jogadores no Newcastle fizeram um corredor de aplausos enquanto os jogadores do City entravam em campo para mais uma partida do campeonato inglês. Quando a bola rolou foi um jogo normal, disputado, com vitória do City por 4 x 3. Mas o respeito demostrando é digno de aplausos.

Voltando ao nosso campeonato mineiro, que a partida do próximo sábado possa ser um jogão de bola à altura dos dois times que estão em busca do troféu estadual. Os dois treinadores e capitães já deram um belo exemplo de esportividade ao participarem da coletiva que abriu a decisão, sábado passado, com destaque para o respeito e admiração mútua demostrada pelos treinadores Lisca e Cuca. Que no sábado que vem, em campo, os jogadores possam empolgar os torcedores e nos brindar com uma bela partida de futebol, digna do palco que vai recebê-la, o nosso gigante da Pampulha, o Mineirão. Que vença o melhor!

Twitter @amandoBH69