Ganhou, mas não levou: comunidade da Leste cobra obras há 10 anos

Você conhece a expressão ‘Ganhou, mas não levou’? Pois é assim que se sentem os moradores do bairro São Geraldo. Há 10 anos eles esperam a construção de um parque linear * em toda a extensão da rua Souza Aguiar, a reforma da URPV (Unidade de Recebimento de Pequenos Volumes) e a construção de mais uma unidade e a reconstrução do campo de futebol do Pompéia. E se você estiver pensando que o problema é a falta de verba está enganado. O dinheiro existe e está disponível todo esse tempo! Então, por que nada foi feito até hoje? 

Bem que o Herbert Leandro, o Betinho, gostaria de ter essa resposta. Assim como ele, o outro líder comunitário, Alessandro Istvan, estão cientes de todas as promessas porque acompanham o problema desde o início. Segundo eles, em 2010, A PBH e a Vale assinaram um convênio para a realização das benfeitorias. O documento foi fruto de um acordo firmado entre a administração municipal e a Companhia, em virtude dos impactos provocados pela alteração do trajeto da linha férrea, da retirada de famílias e do uso de áreas do município pela Vale.

Betinho guardou o panfleto da audiência pública

Neste período, enquanto trabalhava na Câmara dos Vereadores, Betinho foi informado que o total de recursos destinado em repasses da Vale para a prefeitura seria de aproximadamente R$12 milhões. Em junho de 2017, durante uma audiência pública, lideranças comunitárias cobraram dos representantes da Vale, da VLI, do vice-prefeito Paulo Lamac, do secretário de Obras Josué Valadão, dos vereadores Carlos Henrique, Léo Burguês e Wesley da Autoescola uma satisfação.E mais uma vez só ouviram promessas.

Trecho da rua Souza Aguiar, onde deveria existir o parque linear

“Naquela época havia se passado sete anos desde a assinatura do documento. Nenhuma obra havia sido feita e não deram uma resposta para os moradores. Hoje, 10 anos depois, continuamos na mesma. Não estamos pedindo nada que não seja do nosso direito. Nós queremos saber por que nem uma estaca foi fincada no chão”, reclama Betinho.

E, diante dessa situação que já é grave, uma nova realidade passa a preocupar a comunidade. Recentemente, a área que seria destinada à construção do parque linear começou a ser ocupada por sem-tetos e usuários de drogas. O mato está alto e a sensação de insegurança aumentou, especialmente na altura da passarela que fica em frente às rua Cury e Souza Aguiar. “Há pouco mais de um mês jogaram um homem do alto da passarela e ele morreu”, alerta o Betinho.

A área que deveria receber as obras virou local de risco

O que dizem a Vale, a VLI e a Prefeitura

A Vale informa que fez apenas o primeiro depósito. O restante não foi repassado porque não houve prestação de contas da Prefeitura da Belo Horizonte. Não foi informada a data e nem o valor da quantia.

A VLI, controladora da Ferrovia Centro-Atlântica, esclarece que não é responsável pelo projeto citado. A empresa mantém relacionamento com a comunidade local, pois opera trens naquele trecho.

Em relação aos empreendimentos do convênio com a Vale, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) esclarece que os projetos foram desenvolvidos por empresa contratada pela Vale e não seguiram os critérios técnicos necessários para uma licitação de obra pública. Com isso, os prazos ficaram comprometidos. Foi necessário que a Sudecap fizesse a gestão dos acertos dos projetos, comprometendo os prazos de conclusão para condução do processo licitatório.

Houve também a necessidade de licenciamentos para a implantação dos equipamentos, já que alguns estavam em área de propriedade de outras instâncias (DNIT) e Área de Preservação Permanente (APP). Além desses entraves, as ações para execução das intervenções foram retomadas em 2017, uma vez que as obras tiveram seu ritmo diminuído no ano anterior.

*Parque linear é um espaço de lazer dentro de uma área urbana. Costuma ser mais cumprido que largo. Apesar de estar normalmente associado a proximidade com canais e córregos, existem parques lineares construídos próximos a ferrovias, linhas de transmissão de energia elétrica, entre outros locais.  Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_linear