Igreja de Santa Teresa e Santa Teresinha agora é patrimônio de BH

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, informa que a Igreja de Santa Tereza e Santa Terezinha, inserida no Conjunto Urbano do Bairro Santa Tereza, foi tombada definitivamente como Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte, em reunião do Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte – CDPCM-BH, realizada no dia 18 de agosto de 2021.

Desse modo, ficou estabelecida sua inscrição no Livro do Tombo Histórico, por se tratar de edificação de relevante valor cultural e referência importante para a memória da cidade de Belo Horizonte. O tombamento contou com anuência da Mitra Arquidiocesana e dos padres da paróquia, por isso, não houve necessidade de realizar seu tombamento provisório.

Com a aprovação do tombamento pelo (CDPCM-BH), a Igreja de Santa Teresa e Santa Teresinha passa a ter acesso aos benefícios do tombamento, como solicitar a transferência do direito de construir, que é o direito de alienar ou de exercer em outro local o potencial construtivo do lote; inscrever projetos nas leis de incentivo municipal, estadual e federal; pleitear recursos de medidas compensatórias do Conselho do Patrimônio; ou ainda se inscrever no programa Adote um Bem Cultural, que incentiva a parceria entre poder público e iniciativa privada na restauração, conservação e promoção dos bens culturais. O proprietário, por sua vez, terá de zelar pela boa conservação do bem tombado, submetendo à análise do Conselho de Patrimônio todo e qualquer projeto de restauração ou modificação que se pretenda fazer no imóvel tombado.

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte                              

Imagem em Destaque: Câmara Municipal de Belo Horizonte.