Moradora da Leste comemora a volta do projeto Dança Solidária

A aposentada Noeli Gonçalves teve depressão e encontrou na dança uma oportunidade de cura. E foi tudo tão bom que ela decidiu dividir essa vitória através do projeto Dança Solidária. Há cerda de 10 anos ela ensina vários estilos de dança e promove noites de muita alegria, embaladas por forró, samba de gafieira, boleiro e muito mais. “A hora dançante é para todos, de qualquer idade, e todo mundo é bem-vindo”.

Noeli conta que sofreu muito com a pandemia. Parou de dar aula, interrompeu as aulas, a hora dançante e a saúde sofreu os impactos da quarentena. A professora ganhou peso, a pressão arterial foi alterada e ficou mais triste. Mas, com o relaxamento de algumas regras impostas para o combate à transmissão da Covid-19, a Noeli começa a ver a vida voltar lentamente ao normal.

E a alegria dá sinais de retorno! Todas as quartas, das 20h à meia-noite, quem quiser ‘balançar o esqueleto’ é bem-vindo no Dança Solidária. “Além de dançar você vai ganhar qualidade de vida, socializar-se e ficar de bem com a vida”, garante Noeli.

Noeli está preparada para a volta do projeto. Foto: acervo pessoal

Os encontros são no salão de festas Algo Mais. Na rua Vista Alegre, no bairro Paraíso.

Faça contato com a Noeli e se informe mais (31) 99602-7756.