Moradora da Leste vence Campeonato Ibero-americano de Culinária

Imagine reunir culinária, memória afetiva, sabor e trajetória de vida para preparar pratos típicos da cozinha mineira? Foi esse dom que rendeu a Aldenice dos Santos, a tia Dê, do bairro Esplanada, o Prêmio Internacional Iberamericano a La Trayectoria el Nevado Solidario de Oro, promovido na Argentina, em dezembro passado.

Nascida em Barrocão, no Norte de Minas, tia Dê, conheceu a culinária ainda criança, vendo a mãe cozinhar no fogão à lenha. Com os olhinhos atentos ao fogo, às panelas e ao tempo de preparo dos pratos ela foi aprendendo rápido. “Até que, por volta dos 10 anos, comecei a fzer o almoço para ajudar a minha mãe e não parei mais”, lembra.

Aquela menina ainda não sabia do desafio que teria pela frente. De família simples, Aldenice teve que procurar emprego cedo e achou. Foi fazer a limpeza dos banheiros de um restaurante à beira da BR 251, perto de casa. E mesmo, entre latrinas e pias, sempre dava uma espiada na cozinha. Até que um dia uma das cozinheiras faltou. “Eu tinha apenas 12 anos e me ofereci para ajudar na cozinha. Ninguém acreditou em mim, pequena, franzina e de aparência frágil. Não só fiz toda a comida do restaurante como busquei a lenha pra cozinhar. A partir daquele dia fui promovida”, conta toda orgulhosa.

Tia Dê cozinha com afeto e é vitoriosa. Foto: Arquivo Pessoal

A vinda para a capital

Aldenice veio tentar a vida em Belo Horizonte há mais de 30 anos. Trabalhou como cantineira em escolas, cozinhou para bares e hoje tem o próprio restaurante, o Comidas da Tia Dê, no bairro Esplanada. Vende marmitex com a legítima culinária mineira. Tudo feito com capricho, sabor, amor e o apoio da família. “É todo mundo junto: marido, os três filhos e um neto”.

 

 

 

 

 

 

 

E foi esse talento que levou tia Dê a preparar pratos para personalidades e craques do futebol, como o zagueiro Leo e o atacante Judivan, ambos com passagem pelo Cruzeiro. E lhe rendeu o Premio Internacional Iberamericano a La Trayectoria el Nevado Solidario de Oro, conquistado no último dia 12 de dezembro, data do aniversário dessa talentosa guerreira. “O prêmio é mais uma prova de que nasci para cozinhar e servir ao próximo com alegria”.

Imagem em destaque: Acervo pessoal.