Moradores do bairro Paraíso tomam banho de poeira todos os dias

Não deve ser nada bom ficar com a casa trancada e não poder abrir uma janela sequer. Pior também deve ser não poder colocar a roupa lavada para secar no varal. Pois essa é a realidade dos moradores da rua da Comunidade, no bairro Paraíso. E o motivo? O poeirão!

Bem próximo à rua há o campo de futebol de terra do Paraíso Esporte Clube. A poeira sempre existiu, mas depois que técnicos da Prefeitura de Belo Horizonte cortaram os eucaliptos que formavam uma rede de proteção contra o poeirão, a situação se agravou de uma forma preocupante.

Veja só este flagrante feito por um morador.

O que diz a Prefeitura de Belo Horizonte

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) esclarece que os eucaliptos foram suprimidos após vistoria solicitada pela comunidade. Ficou constatado que as árvores estavam em risco de queda e foi necessário executar a supressão. Uma nova vistoria será feita para verificar a possibilidade de replantio de novas árvores. Caso não seja recomendada nova arborização na área, o replantio será feito em outro local.
Já a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer informa que o referido campo é de propriedade da Fundação Benjamin Guimarães.

Resposta da Fundação Benjamim Guimarães

A Fundação Benjamin Guimarães esclarece que o campo está dentro da área do seu terreno, no entanto, há muitos anos, o mesmo foi cedido ao Sport Clube Paraíso. Cabe informar que a Fundação Benjamin Guimarães não tinha conhecimento sobre a poda dos eucaliptos realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte.