Nunca reaja se um dia você for abordado por alguém suspeito

A todo o momento devemos estar em alerta com a nossa segurança. No entanto, nem sempre iremos conseguir evitar a ação de um assaltante, já que a segurança pessoal poderá ser sempre burlada. O que podemos fazer é diminuir a possibilidade de nos tornarmos um alvo preferencial, mas as vezes é impossível. No momento em que a pessoa é pressionada a entregar todos os seus bens, não será uma garantia de que tudo se resolverá da melhor forma possível. Depende muito do comportamento da vítima.

 Não tente dissuadir o ladrão de sua intenção criminosa porque o que menos ele quer é bater papo com você. Além de extremamente nervoso ele quer sair daquela situação o mais rápido possível. Não tente convencê-lo de que ele poderá mudar a sua vida e você está disposto a ajudá-lo. Isto só irá irritá-lo cada vez mais.  Marginal não tem bom senso! No instante em que ele aponta uma arma para a sua cabeça, está também exteriorizando um sentimento de profunda revolta com as situações sociais díspares, diferentes entre ele e você.

Nem pense em reagir, pois será a senha para que ele dispare um tiro contra a sua cabeça. O melhor a fazer neste momento de extrema tensão é tentar fazer movimentos lentos e muito bem avisados ao ladrão. Diga, por exemplo: “A carteira está dentro do bolso traseiro. Vou retirar o cinto de segurança”.  Avisando e fazendo gestos em câmera lenta, sem causar sobressaltos no seu algoz, será menor a possibilidade dele se assustar. Imagine se você tenta tirar o cinto apressadamente, apertando a tecla que o destrava e deixando que ele bata em cima na coluna lateral? Com o susto o marginal irá com certeza disparar sua arma de fogo entendendo que você tentou uma reação.

Bandido morre de medo quando está praticando um crime. Então, apesar do enorme pavor que estará sentindo, tenha o maior cuidado para que ele entenda que não está esboçando qualquer tipo de reação. Em hipótese nenhuma encare diretamente o seu algoz já que ele sabe que, se for preso posteriormente, você poderá reconhecê-lo. Mais um motivo para que ele cometa um desatino. Se conseguir guardar algumas características do autor do crime é melhor que o faça sem que isto levante nenhuma suspeita. Após o assalto poderá fazer o reconhecimento nos álbuns de fotografias da unidade policial ou caso ele seja preso. Novamente, tente ficar vivo.

Terminado o assalto saia imediatamente do local e procure pelo policial mais próximo ou disque o número do telefone 190 da Polícia Militar ou 197 da Polícia Civil e relate o ocorrido.

Meu Instagram é @elsonmatosdacosta