Osteoporose: evite os traumas, as fraturas e o avanço da doença

A osteoporose provoca a perda e fragilidade da massa óssea, levando ao aumento de risco de fraturas. Qualquer osso pode ser afetado, porém as fraturas são mais frequentes nos punhos, colo do fêmur e nas vértebras. As fraturas podem ocorrer após traumas ou mesmo espontaneamente. Confira as importantes orientações doutor Eduardo Souza, chefe do Serviço de Reumatologia da Santa Casa BH.

Doutor Eduardo chefe do Serviço de Reumatologia. Foto SCBH

Radar Leste BH – A osteoporose atinge mais mulheres que homens? Existe uma porcentagem?

Estima-se que a osteoporose afete aproximadamente 200 milhões de mulheres no mundo, porém não é uma doença exclusivamente feminina. Após os 50 anos de idade, 1 em cada 3 mulheres 1 em cada 5 homens sofrerão fraturas osteoporóticas.

Radar Leste BH – É comum os pacientes descobrirem a doença quando têm a primeira fratura?

Sim, por ser uma doença silenciosa, a dor ocorre quando as fraturas já estão presentes. Portanto, a fratura com frequência, pode ser a primeira manifestação clínica que leva ao diagnóstico da osteoporose.

 Radar Leste BH – Existem partes do corpo mais suscetível à doença?

Embora seja uma doença que afete todo o esqueleto, os locais mais comuns de fratura são: o punho, o colo do fêmur e as vértebras.

Radar Leste BH – Quando devemos começar a prevenir a osteoporose e o que devemos fazer?

O cuidado com a saúde óssea deve ocorrer ao longo de toda a vida, desde a infância até o idoso. Os cuidados básicos em qualquer idade incluem, exercícios físicos, ingesta adequada de cálcio, exposição ao sol e não fumar.

Radar Leste BH – Exercícios físicos ajudam a prevenir a doença?

Sim, e idealmente devem incluir algum impacto e fortalecimento muscular.

Radar Leste BH – A população idosa aumenta cada vez mais. Isso significa que teremos cada vez mais casos?

Com o envelhecimento populacional, surge também um crescimento na prevalência de doenças degenerativas, dentre elas a osteoporose.