Parque Nacional da Serra da Canastra reabre parcialmente

Foi reaberto o acesso ao Parque Nacional da Serra da Canastra pela portaria 4, para os turistas que querem chegar a Cachoeira Casca D’anta. A entrada é limitada e só pode ser feita por agendamento prévio, com no mínimo 03 dias úteis de antecedência.

A Cachoeira Casca D´Anta é a maior queda do rio São Francisco, com 186 metros. O nome vem da árvore Casca D’Anta (Drimys winteri) que tem propriedades medicinais, cicatrizantes. Segundo os pesquisadores, o animal anta se esfrega no tronco da árvore para curar ferimentos superficiais.

Criado em 1972, com 200 mil hectares, sendo mais de 90.000 regularizados, preserva as nascentes do rio São Francisco e vários outros monumentos abrangendo os municípios de São Roque de Minas, Capitólio, Vargem Bonita, São João Batista do Glória, Delfinópolis e Sacramento.

O Rio São Francisco, conhecido como Velho Chico ou Rio da Integração Nacional, tem sua nascente em São Roque de Minas. Passa por 521 municípios, cruzando a Bahia, Pernambuco e Sergipe até desaguar no oceano Atlântico, drenando uma área de superior a 640 mil Km.

A região da Serra da Canastra possui algumas das mais deslumbrantes e desconhecidas paisagens do Brasil. Durante muito tempo, esteve isolada por precárias estradas de terra e só há poucos anos entrou nos roteiros de viagem como lugar privilegiado para a prática de esportes radicais, vivência ambiental e turismo ecológico.

Acesse: https://www.icmbio.gov.br/portal/visitacao1/unidades-abertas-a-visitacao/198-parque-nacional-da-serra-da-canastra