Praças são reformadas depois de denúncia do Radar Leste BH

O Radar Leste BH começa a colher os primeiros frutos. Nas edições anteriores nós mostramos duas praças em situação precária no bairro Floresta. Flagramos abandono, sujeira e reclamações dos usuários. Mas, a situação agora é outra. Confira na reportagem.

A escritora e fundadora do Santa Leitura, Estella Cruzmel adotou a praça Salvador Morici há seis anos e ameaçava deixar o trabalho voluntário de manutenção do local por causa dos altos gastos com o cuidado das plantas, varrição e coleta de lixo. Chegou a gastar R$500,00 em novembro passado depois de uma festa nas proximidades. “Tiramos dois sacos grandes de garrafas de bebidas, resto de comida e até pinos de cocaína da praça”. Leia.

Logo depois de denunciar o abandono ao Radar Leste BH a praça foi revitalizada. Os meio-fios foram pintados e os buracos nos passeios não existem mais. Foram feitos capina e até trabalho paisagístico. “A praça ficou linda, parece até que ficou maior. Recebi muitos depoimentos e percebi que essa reforma trouxe uma certa esperança e alegria para os moradores do bairro, principalmente por moradores da rua Silva Jardim”.

A praça Salvador Morici ficou novinha em folha

Estella garante que continua dando assistência até o próximo adotante assumir a praça. “Sinto responsabilidade pelo meu bairro, pela minha rua, e tenho na praça Salvador Morici, o Projeto Santa Leitura, onde são colocados livros no banco da praça todos os dias”.

Mais conquistas para os moradores do Floresta

Boas notícias também para quem frequenta a praça Comendador Negrão de Lima. O Radar Leste BH publicou no último dia 10 de agosto, data dos 24 anos de tombamento da praça, a indignação das aposentadas Eliana Kondo e Nadir Pereira. O lixo que transbordava dos coletores, invadia o gramado, rodeava os bancos e se espalhava pelo meio do caminho. Moradores em situação de rua ocupavam parte da praça. Eliana contou que já estava cansada de reclamar. Leia. 

A  praça Negrão de Lima ficou novinha em folha

Na data da publicação da matéria a praça passou por uma revitalização daquelas. “Mas, mesmo com essas melhorias eu vou continuar de olho e volto a reclamar sempre que a praça estiver descuidada”, afirma Eliana.