Presidente da CDL BH analisa a crise provocada pela pandemia

Comerciantes e prestadores de serviços amargam os prejuízos provocados pelo Coronavírus. Diante da crise, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) Marcelo de Souza e Silva, conta quais são os principais desafios nesse período de isolamento social e queda nas vendas. Marcelo também oferece sugestões e orientações para você, da região Leste, que está voltando a abrir as portas e para quem ainda vai ter que esperar para retomar as atividades.

Marcelo Souza e Silva, presidente da CDL BH (foto CDL-BH)

Radar Leste BH – Desde a criação da CDL/BH já houve uma crise como essa?

Já passamos por inúmeras crises econômicas diversas com juros e inflação nas alturas, recessão, queda no poder de compra, entre outras dificuldades. Mas nunca tivemos uma crise como essa, onde a maioria dos estabelecimentos comerciais está quase três meses com as portas fechadas.

Radar Leste BH – Quais são as principais dificuldades dos comerciantes e prestadores de serviços?

A pandemia tem levado ao isolamento social, e ao fechamento das empresas temporariamente. E a principal dificuldade é a redução do faturamento, e na maioria dos casos, a falta de faturamento. E como consequência, falta de capital de giro, impossibilidade de arcar os pagamentos dos credores e até o fechamento do estabelecimento comercial.

Podemos destacar também que antes da pandemia estávamos vivenciando uma retomada da atividade econômica e com a COVID-19 essa tendência foi descontinuada, o que compromete a confiança dos empresários, que por sua vez reflete em redução drástica de investimento. Os economistas já falam de forma até otimista em retração de 5% do PIIB (Produto Interno Bruto) do país.

Radar Leste BH – A CDL/BH tem recomendações para o retorno gradual das atividades?

Preparamos uma cartilha que serve de guia para os lojistas na reabertura gradual do comércio. Nela, além das recomendações dos procedimentos básicos para a prevenção ao Coronavírus, como o uso de máscaras de proteção para clientes e colaboradores, higienização dos objetos e áreas de trabalho compartilhadas, também sugerimos formas mais seguras do pagamento das compras, como a utilização preferencial de cartões ou celular, evitando a manipulação de notas e moedas; a organização das filas de “caixa” e atendimento mantendo distância mínima de dois metros entre os consumidores; a sugestão de não realizar liquidações, para evitar aglomerações; aumento do período de funcionamento dos refeitórios e distribuição dos funcionários em horários de refeição distintos e, se possível, disponibilizar serviços de delivery ou entrega em domicílio para os seus clientes.

Radar Leste BH – O que a CDL/BH recomenda para que a recuperação econômica do setor seja rápida e eficiente?

São diversos os caminhos para uma recuperação econômica. Contudo, podemos destacar a revisão e renegociação de débitos/dívidas, a procura por crédito mais barato e com menores taxas, fluxo de caixa, redução dos custos fixos, entre outros. Para a empresa vender mais, as dicas de planejamento incluem a revisão ou criação de metas de vendas por meio de um plano estratégico, uso de ferramenta de gestão de vendas. Criamos o programa É PRA JÁ, onde disponibilizamos serviços e vantagens em todas as áreas para reduzir os custos e aumentar a receita das empresas. Vale a pena conhecer este programa. É só acessar aqui o site  da CDL 

Para Marcelo, a pandemia exige novas estratégias de sobrevivência (foto CDL-BH)

Radar Leste BH – A pandemia trouxe uma necessidade de adaptação rápida para os comerciantes, muitos precisaram passar a vender os produtos pela internet. Essa realidade veio pra ficar? Lojas físicas podem deixar de existir frente aos custos reduzidos do mercado e-commerce?

A nova realidade exige que as empresas adotem novas estratégias, visto que as atuais circunstâncias levaram os consumidores a se tornarem mais conectados, informados, exigentes e conscientes. Em um futuro próximo não haverá varejo sem tecnologia. Ao longo dos meses de abril e maio oferecemos aos lojistas uma série de palestras e cursos online com essa temática, visando a capacitação e o melhor entendimento desse novo jeito de comprar e vender. Também firmamos uma parceria com a Cotemig Startups para oferecer às micro e pequenas empresas a oportunidade de digitalizar seu negócio sem nenhum custo de investimento. O objetivo é apoiar os empresários que estão iniciando a divulgação online de seus produtos e serviços.

A CDL/BH também lançou recentemente o Clube de Vantagens CDL/BH em Casa. Trata-se de uma plataforma digital, disponível pelo computador e celular, que tem por objetivo ser um canal de divulgação aberto durante o período em que durar o isolamento social devido à crise gerada pelo Coronavírus. A plataforma facilita a compra, venda, entrega de mercadorias, além de aproximar o lojista do cliente. Em um único canal, o consumidor tem a vida facilitada, uma vez que ele poderá cotar o preço dos produtos que deseja consumir, comprando e recebendo em casa sem a necessidade de quebrar o isolamento social.

Radar Leste BH – Qual é a mensagem o senhor tem para comerciantes e prestadores de serviços da região Leste?

Desde o início da pandemia do Coronavírus, a CDL/BH tem atuado em várias frentes com o objetivo de contribuir para o enfrentamento deste momento dramático que estamos vivendo. Todas as nossas ações até o momento estão focadas com o objetivo de salvar vidas, empresas e empregos. A CDL/BH está à disposição para ajudar você e sua empresa a venderem mais e a se reinventarem. Temos um leque de soluções para o seu negócio. Acesse o site  www.cdlbh.com.br e veja como podemos contribuir.