Proibida a circulação de barcos de grande porte no centro histórico de Veneza 

Eu sempre me esquivo quando as pessoas perguntam qual foi o meu destino preferido nas minhas andanças por aí. De fato, é impossível escolher. Mas hoje vou revelar: Veneza, onde passei a minha lua de mel em 2015, tem um lugar especial no coração desta viajante.

A cidade não tem ruas por onde passam carros, apenas becos e canais ligados por pontes muito charmosas. Parece um cenário de filme. Óbvio, não tem carro, moto, ônibus por lá, todo o transporte é feito por veículos aquáticos. Dessa forma, quando desembarcamos no aeroporto, pegamos um barco ônibus para chegar próximo da nossa acomodação. O trajeto incluiu uma caminhadinha. Muitos hotéis e casas estão as margens do canal, então na garagem, tem sempre um barco.

Veneza é um arquipélago formado por uma ilha maior e 117 ilhas menores. Para fazer as construções, foram fincados troncos de madeiras na terra. Essas estacas, quando estavam em contato com a água, ficavam sólidas e davam segurança à construção. Mas com tempo, essas estruturas que sustentam a cidade foram colocadas em risco por causa dos barcos de grande porte que começaram a circular pelo local. De acordo com os movimentos locais, essas grandes embarcações provocam ondas que danificam as fundações dos edifícios.

Por isso, no final de março, o governo da Itália tomou uma decisão que há muito tempo já era o desejo dos moradores de Veneza. Barcos de grande porte foram proibidos de circular e parar na área histórica para preservar o patrimônio cultural e ambiental da cidade.

A decisão é temporária, tem validade até 31 de maio. Nesse período, será feita uma consulta pública para encontrar portos alternativos para que o desembarque de turistas e mercadorias seja feito. A gente espera que o governo encontre uma solução que seja boa para todos os lados, mas que, principalmente, proteja essa cidade tão linda que todos merecem visitar um dia e que eu espero poder voltar.

Você me encontra no Instragram @akemiduarte ou no meu canal youtube.com/omundoelogoali