Quer viajar neste fim de ano? Não se esqueça do Covid!

Você piscou e o final do ano já está aí. Chegou a hora de fazer aquela retrospectiva do que, para muitos, foi o pior ano da história e que a gente gostaria de encerrar nos presenteando com uma bela viagem, não é verdade

O setor de turismo que o diga, foi um dos que mais sofreu e tem sofrido os efeitos da pandemia, por isso, muitos apostam nas viagens de fim de ano para dar uma respirada.

A tendência agora são as chamadas viagens regionais, aquelas para mais perto que o turista consegue ir de carro mesmo, se hospedar em casa e aproveitar os destinos que envolvem natureza, ar livre, longe de aglomerações.

Muita gente também deixou para agora, aquela viagem cancelada ou que não saiu dos planos durante todo o ano por causa da pandemia. Para todos que decidirem partir para uma aventura, desejo que não se esqueçam da etiqueta da Covid19, aquela nova velha lista de hábitos que já sabemos de cor.

 Não se esqueça de checar, antes da viagem, como está a situação da pandemia no local de destino. Dezembro começou com muitas cidades turísticas regredindo de fase. São Paulo, por exemplo, voltou à fase amarela, restaurantes só podem receber 40% da capacidade. Curitiba voltou para a bandeira laranja. Florianópolis e boa parte de Santa Catarina foram considerados áreas de risco gravíssimo, hotéis podem funcionar com apenas 30% da capacidade.

O Rio Grande do Sul voltou praticamente todo para a bandeira vermelha. Parques cobertos, como o Snowland, em Gramado, não podem abrir e as festas de fim de ano foram proibidas.  Essas informações foram colhidas no site Viaje na Viagem, uma excelente fonte para fazer sua pesquisa.

 Me encontre também no meu canal YouTube.com/omundoelogoali e no Instagram @akemiduarte.

Até lá!