Saiba como a homeopatia pode amenizar os efeitos do coronavírus

A homeopatia foi reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina em 1980 e é oferecida pelo SUS desde 2006. A especialidade, criada no final do século XVIII por um médico alemão, tem sido amplamente usada no Brasil, inclusive durante a pandemia do Covid-19. O Radar Leste BH entrevistou a doutora Cláudia Regina Menezes Silva. Ela é graduada em Odontologia e especialista em Homeopatia pelo Instituto Mineiro de Homeopatia.

Cláudia Menezes, odontóloga e homeopata (foto Cláudia Menezes)

 Radar Leste BH – O que é homeopatia e como ela funciona?                                                                  

A homeopatia é um método de tratamento criado pelo médico Alemão Samuel Hahnemann, em 1796. É uma especialidade médico/odontológica que cuida do indivíduo em sua totalidade estimulando, através de um medicamento único, a reação orgânica. Quando o paciente adoece ou apresenta alguma alteração bucal é devido a um desequilíbrio da sua energia vital. Ao tomar a medicação homeopática essa energia de vitalidade irá se equilibrar aumentando a imunidade da pessoa.

Radar Leste BH – De que são feitos os medicamentos homeopáticos? De substâncias naturais?

Os medicamentos homeopáticos são derivados a partir de substâncias extraídas da natureza, provenientes dos reinos vegetal, mineral e animal. As preparações básicas dessas substâncias recebem o nome de tinturas-mãe e a partir delas são iniciados os processos das diluições sucessivas.

Radar Leste BH – Quem pode usar a homeopatia?

Desde bebês até idosos, todos podem se beneficiar do tratamento. A homeopatia não trata apenas a doença, mas sim o doente, portanto isso engloba todas as faixas etárias e diferentes tipos de adoecimento.

Radar Leste BH – A homeopatia pode ser usada com os medicamentos convencionais?

Sim. A homeopatia pode ser usada juntamente com remédios alopáticos e vice-versa. O que pode acontecer é diminuir a necessidade do uso de remédios convencionais, uma vez que o organismo vai se reequilibrando e as funções do organismo podem ser otimizadas. Além disso, a homeopatia trata aspectos que os alopáticos não podem alcançar, como traumas emocionais, padrões de comportamento, memórias aprisionantes.

A homeopatia valoriza a pessoa e não apenas a doença (foto Cláudia Menezes)

Radar Leste BH – Quais as indicações para o tratamento homeopático individual?

Essa ciência é utilizada para restabelecer o equilíbrio da energia vital e tratar uma infinidade de doenças físicas e psicológicas sendo considerada, inclusive, uma importante terapêutica para a ansiedade. A homeopatia qualifica a saúde, harmoniza as emoções e promove expansão de consciência. Ampliar a consciência é aumentar nossa percepção sobre nós mesmos e nossos padrões de comportamento.

Radar Leste BH – Como a homeopatia pode ser usada em períodos de pandemia, como no caso do coronavírus?

Em três situações. Os doentes são tratados com a homeopatia através da avaliação dos seus sintomas, individualizados. Temos também o uso da homeopatia em nível coletivo, em casos de epidemias e pandemias. Escolhe-se um medicamento único conforme o gene epidêmico da doença em questão (os sintomas mais comuns na maioria dos doentes) e é ministrada uma dose suave para toda a população, com a finalidade de melhorar sua imunidade.

Realizamos essa prescrição no SUS (Sistema Único de Saúde) em Betim na epidemia da dengue e agora, na pandemia do novo coronavírus. Assim, se a pessoa se contaminar, terá sintomas mais amenos ou mesmo ficará assintomática. No tratamento das emoções desequilibradas como síndrome do pânico, crises de ansiedade, insônia, depressão; todas as negatividades que a pandemia vem nos causando.

Cláudia Regina Menezes Silva também é especializada em terapia quântica (Florais, Barras de Access™ e Meditação Thetahealing™, auriculoacupuntura). Atua em consultório particular em Belo Horizonte e pelo SUS em Betim, como odontóloga e homeopata.

Contato: @claudiamenezeshomeopata