Saiba quais países aceitam brasileiros em viagens a trabalho ou turismo

Passa semana e entra semana e nós acompanhamos aflitos e com muita tristeza estatísticas de mortos, infectados, leitos de UTI, o que abre e o que fecha. Como meu papel aqui é falar com os viajantes, vou incluir um novo número nessa nossa conta diária: o de países abertos para brasileiros.

Percebi um movimento de pessoas que retomaram com muito cuidado a rotina de viagens a trabalho. O turismo ainda é muito lento, mas os aeroportos já registram aumento gradual na circulação de pessoas e voos. E temos visto também esse “novo normal” que tanto se fala nos nossos ambientes queridinhos (rs),aeroportos, aviões, hotéis e pousadas, pontos turísticos.

Bom, vamos a lista de 34 países que estão aceitando (com restrições) os brasileiros: Albânia; Antígua e Barbuda; Bahamas; Barbados; Bermudas; Bielorrússia; Camboja; Chade;Croácia; Cuba; Dominica; Egito; Emirados Árabes Unidos; Equador; Irlanda; Jamaica; Kosovo; Líbano; Macedônia do Norte; Maldivas; México; Polinésia Francesa; Quênia; Reino Unido; República Dominicana; Ruanda; São Vicente e Granadinas; Santa Lúcia; Serra Leoa; Sérvia; Tanzânia; Turks e Caicos; Turquia; Ucrânia

As informações forem coletadas com a IATA, Associação Internacional de Transporte Aéreo, que representa cerca de 290 companhias aéreas no mundo.Praticamente todos esses países exigem uso de máscara em locais públicos, a política de testes para a Covid-19 também é exigida com algumas particularidades de cada destino.

Por exemplo, na Croácia os viajantes precisam apresentar comprovação de reserva de hotel e ter um resultado negativo para o novo coronavírus de um teste feito até 48 horas antes da chegada no país. Se o teste for mais antigo, os turistas precisam pagar por um no local e fazer isolamento até o resultado negativo.

A Irlanda exige uma quarentena de 14 dias e todos os turistas precisam passar por uma avaliação médica e preencher um formulário de saúde. No Reino Unido, também é obrigatória a quarentena de 14 dias antes de circular pelo país.

Percebi que no Camboja, na prática, as medidas dificultam bastante a entrada dos turistas. Os viajantes devem apresentar um resultado negativo feito 3 dias antes do embarque. Além disso, é preciso apresentar um seguro viagem de 50 mil dólares e depositar 3 mil dólares em um banco na chegada ao Camboja. Faça as contas!!! Para completar, todos os turistas passam por uma avaliação médica e precisam cumprir uma quarentena de 2 semanas. Ou seja, tem que estar com muita vontade de visitar o país nesse momento.

Além de todas as restrições impostas, os visitantes ainda esbarram na questão das conexões. Veja o caso dos Estados Unidos: quem esteve no Brasil até 14 dias antes de viajar está proibido de pisar em solo americano, nem mesmo em voos de conexão. Brasileiros então, nem sonhando.Tudo isso me leva a acreditar que não estamos na melhor hora. Para muito além das restrições, acho que o momento é de ter respeito com as vítimas e cuidarmos uns dos outros. Isso pode mudar daqui já um mês? Com toda certeza, até em uma semana. Eu sei que estamos ansiosos para fazer as malas e esse questionamento gera muita discussão, divide opiniões e é completamente aceitável.

Instagram @akemiduarte ou Youtube www.youtube.com/omundoelogoali