Uma espera de 50 anos próxima do fim

Um grito de campeão travado na garganta há meio século. Assim estão os atleticanos diante do título do campeonato brasileiro e o jejum parece que está perto do fim. Desde a mudança da regra que criou o brasileirão de pontos corridos, em 2003, o Atlético vive o melhor momento para acabar com a espera de 50 anos. Time forte, elenco dos melhores do país, liderança com boa folga diante dos adversários diretos, Flamengo e Palmeiras, e a certeza de que o título pode vir da regularidade, algo que tirou do time, por algumas vezes, a chance de gritar “É campeão”.

Entre os 12 grandes clubes brasileiros, Botafogo, Fluminense, Flamengo, Vasco, Santos, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Grêmio, Inter, Cruzeiro e o próprio Atlético, o Galo é o que time que está há mais tempo sem o grito de campeão brasileiro e por isso, mesmo diante da possibilidade de conquistar a Copa do Brasil onde o time está nas semifinais e lamentar a Libertadores, a conquista do título do Brasileirão é o momento da verdadeira virada do time.

Nada pode ser visto que mais importante na história recente do clube do que conquistar o Brasileirão. Nada mesmo. Ganhar a competição mais difícil do planeta, falo isso sem o receio de ser condenado por bairrismo ou nacionalismo, é um ponto de afirmação necessário para o time que pretende ser um dos gigantes da América do Sul nos próximos anos.

Tá na hora do torcedor abandonar as velhas retóricas de perseguição. Tudo de ruim é sempre contra o Atlético. Por mais que os fatos possam ajudar a construir essa teoria conspiratória, a conquista do Brasileirão vai dar aos torcedores mais velhos e para a nova geração a certeza de que é hora de mudar. Mudar o discurso. Apagar a sensação de perseguição. Chega disso. Entendo que há até muitas razões para este sentimento, mas ficar remoendo essas tristezas não trazem ao torcedor e ao time nada de positivo.

Começar ano de 2022 como campeão Nacional e com a expectativa de inaugurar o próprio estádio darão ao atleticano um novo posicionamento no cenário do futebol. É preciso olhar para frente, olhar para os desafios que um grande time que está se formando, dentro e fora de campo. Por isso, nada é mais importante na história dos últimos 50 anos do clube do que a conquista do Brasileirão 2021. Se conseguir a Copa do Brasil ótimo. Mas se não vier essa conquista, com todo o respeito, não é determinante.

 O foco do time e da torcida deve estar no Brasileirão. Essa taça, essa conquista, se vier, mudará o sentimento, a percepção e a realidade do Atlético e dos atleticanos. Pontos corridos, regularidade e força. Esse é o momento do Atlético que está a 2 meses da maior conquista do time no século XXI. E mais, não importam os adversários, se serão Flamengo, Palmeiras e outros. O que importa são os 3 pontos a cada jogo. Faltam 16 jogos, 9 em casa e 7 fora. Se vencer os 9 jogos como mandante, o time chegará a 76 pontos, pontuação de briga pelo título. E buscar pontos fora de casa darão ao time uma liderança incontestável para a conquista do título.

Twitter @armandoBH69

Imagem em destaque: Pedro Souza/Atlético.