Vai começar a Copa do Mundo do Catar 2022!

Sexta-feira, dia 9 de outubro, começa para os brasileiros a Copa do Mundo do Catar 2022 com o primeiro jogo do Brasil nas eliminatórias sul-americanas contra a Bolívia. É mais um evento do futebol que retorna depois dos impactos da agenda por causa da pandemia da Covid-19. Será uma competição estranha como as demais do futebol mundial. Sem público e com muitos contrastes de comportamentos entre as seleções participantes.

O primeiro jogo do Brasil será em casa, em São Paulo, e sem público, situação que jamais havia impactado a nossa seleção brasileira. Serão 18 rodadas, com 10 seleções jogando em turno e retorno, para classificar 4 equipes direto para a Copa e uma quinta seleção que fará a repescagem contra uma seleção da Oceania. A competição que deveria ter começado no primeiro março deste ano, foi adiada por causa da pandemia, e agora vai até março de 2022.

A Copa do Catar será uma competição diferente por alguns aspectos curiosos. O país, pequeno nas suas dimensões, terá jogos em apenas 8 estádios, em cinco cidades, todos muito próximos uns dos outros, ao contrário de Copas do Brasil e Rússia, países com dimensões continentais, que tinham viagens muito longas e distantes para atender a tabela de jogos.

Outra curiosidade desta Copa do Catar é o período de disputa, entre novembro e dezembro de 2022, ao contrário dos habituais meses de junho e julho das últimas copas que sempre respeitaram o verão no hemisfério norte. O Catar, país com temperaturas muito elevadas no verão, terá uma copa no inverno do hemisfério norte, quando as temperaturas serão mais amenas.

Esta mudança vai impactar nos calendários de competições em todo o mundo e trará novidades para a preparação física de muitas equipes. Além do calendário, a Copa do Catar vai marcar a última edição da competição com 32 seleções. A partir de 2026, na Copa da América do Norte, com sede nos Estados Unidos, México e Canadá, teremos 48 seleções em campo.

Se continuar no comando do Brasil até 2022, o técnico Tite poderá se juntar aos treinadores Zagalo, 1970 e 1974, e Telê Santana, 1982 e 1986, que comandaram a nossa seleção em duas Copas seguidas. Para isso, Tite terá que classificar o Brasil, tarefa nada complicada levando em consideração o grau de dificuldade bem leve das eliminatórias da América do Sul. O Brasil, continuará, se se classificar, a ser o único país do mundo a disputar todas as edições da competição.

Essas estatísticas inflam o peito de muitos torcedores. Mas já passou da hora do nosso time ficar vendo a festa dos outros. A última conquista brasileira vai completar 20 anos quando começar a Copa do Catar. O pentacampeonato, ainda exaltado por muitos na Copa da Coreia do Sul e Japão de 2002, já ficou bem distante … O maior jejum de títulos do Brasil foi entre 1970 e 1994, 24 anos na seca. Será que temos chances de celebrar o tão sonhado hexa em 2022? Primeiro, temos que começar ganhando da Bolívia, na próxima sexta.

Twitter @armandoBH69